8 de mai de 2010

5 de mai de 2010

Teorema da Essência

Nunca haverá discórdia, ela será apenas um breve estado de espírito. As desculpas chegam rápido, pois os momentos bons se sobressaem.

Consiste em um gostar do outro, não somente. É superior que adorar chocolate e coca-cola. Mesmo que você ame tais banalidades. Largaria... deixaria tudo para trás...

 É uma troca valores, construída a partir da essência dos dois. O nódulo do relacionamento. A parte de um que surpreende e encanta o outro.

Então, o amor é feito de surpresas. A casa sempre vai cair, mas sempre estarão dispostos para reconstruir tudo, quantas vezes for necessário.

4 de mai de 2010

Teorema do Desespero

Pensou que caiu e se encontrou caindo, pois de nada podia fazer para que fosse o contrário. Seus pensamentos pesados pelo desespero das infelicidades, como chumbo amarrado em seus tornolezos, tragavam o corpo para o abismo. Cabelos ao vento, verticais. Não um arrepio de espanto, é o arrepio do desespero. Doí a pele pelas infinitas horas de vento gélido, dor de cabeça e uma náusea incessante. Finalmente, o desejo de morrer breve.

Eis meu teorema. 

2 de mai de 2010

A Teoria da Amizade

Ser amigo de formigas é formidável. Quando você suspeita que alguma delas lhe faltou com a verdade é só pisar em cima. Planejar uma morte inesquecível, um afogamento, torrar na fogueira, esquartejamento. E o melhor de tudo: a fonte é grande. Para uma há milhares, então você pode escolher a dedo. Literalmente. Uma verdadeira seleção genética, convenhamos. Pode-se escolher as manchadinhas, as com anteninhas maiores, as mais moreninhas, as mais cheinhas. E é de graça. Não há perigo perante a lei, você faz o que quiser. A diversão está em manipular suas amiguinhas, prende-las em lugares escuros, deixa-las com fome, oferecer veneno. Vida de formiga não é fácil, vida de amigo também não.

Amigo é para essas coisas.