25 de jan de 2012

Arqueólogo

Currais
Linhas aéreas são curiosas pelas suas praticidades e padronizações. Lembram-me currais. Mesinhas portáteis, poltronas reclináveis e lanches serviços com a maior atenção. Tudo igualzinho. É cada um em sua baia.

Roda de jovens
Quem não sabe dançar sem tirar o pé do chão, requebra grudado ao solo. Quem gosta de pular, dá o jeito de dançar ao ar. Vale copo em mãos e conversa mal entendida, palavreado misturado com o som alto. Garrafas preenchidas de cores diversas e, por isso, comida de sobra.

Paisagem
Apreciar paisagens ouvindo música torna as relações mais brandas, cores mais pastéis e melancólicas. Ao puxar os fones de ouvido, tons mais itensos e som ambiente. Não entendendo, depende do gosto, e também do estilo musical.

Casas do interior
Melhores que as de vidro e pedra das grandes cidades. Residências com jardins de inverno e cheiros suaves de diversas coisas sem nome, nostálgicas. Móveis pontiagudos e demasiadamente detalhados, com decoração rústica e peças carcomidas e descoladas.

Mulheres
Algumas são observadoras, traz até incomodo. Rola o aclamado sentimento de artista ou coisa parecida. Aposta em esquisitisse, diferença ou um pouco crédulo charme. Depois acusam de muito otimismo e ego inchado, hoje tudo regalia.