4 de fev de 2011

O grande alvo

Prezados clientes, em cinco minutos estaremos encerrando as atividades do dia. Assim foi anunciado no estabelecimento, através de uma voz feminina extremamente pausada. Como se estivesse narrando um velório, um som extremamente cadavérico e desagradável. Vão embora, seria uma mensagem mais objetiva.

Chamo isso de ato de expulsar.

A música ambiente sumiu. Vão embora, sem mais moleza durante as compras. Rápido, dirija-se ao caixa mais próximo. Caixas cansadas, poucas ainda preservam seus sorrisos forçados. Mais aí vem surpresa. “Boa noite, senhor”, disse o embladador ao cliente. “Boa noite Sônia”, disse à moça da caixa. Finalmente alguém de bom humor.

Chamo isso de quebrar o clima pesado.

Alguns risos e ele completa: “meu turno começa agora”. Outros risos acompanhados de meus risos.

Chamo isso de “te peguei”.