20 de fev de 2015

Lembrança (1)

Deveria desprezar todos as lembranças que desabam nos olhos ao fechá-los. Entretanto, o sorriso é muito marcante.

Dificilmente insincero, dificilmente mentiroso.

Exuberante e singelo ao mesmo tempo.

E, provavelmente, sobreviverá inconscientemente depois que tudo passar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário